Desde 1995 em prol do Ecoturismo e das Atividades ao Ar Livre no Brasil

Desenvolvido por PHOTOVERDE + Kaique Lupo

Viagens Ecológicas e Culturais é a primeira coleção com padrão internacional sobre pólos ecoturísticos brasileiros. Fruto de 25 meses de acurada pesquisa e árduo trabalho de campo, o volume Ilhabela representa o mais completo e preciso inventariado da oferta turística e das potencialidades deste arquipélago. 

© 2009 - 2019.  Viagens Ecológicas e Culturais - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo deste site.

Após 350 anos de agricultura - que reduziu as matas da Ilha de São Sebastião* à metade -, crises, isolamento e a criação do Parque Estadual de Ilhabela favoreceram a fantástica recuperação de boa parte da natureza degradada.

Com predomínio da Floresta Ombrófila Densa (de Terras Baixas, Submontanas, Montanas e Altomontanas) associada à Campos e Savanas de topos de morros, costões rochosos, restingas e mangues, mais de 85% da Ilha é coberta pela Mata Atlântica, um dos biomas tropicais mais ameaçados e de maior biodiversidade do planeta.

Sua flora apresenta inúmeras plantas raras e endêmicas e árvores centenárias gigantes, como a sapopema, o jequitibá, a aroeira, a figueira, o cedro, a peroba e o jatobá, algumas com mais de 40 metros.

Apenas as plantas fanerogâmicas, que possuem órgãos sexuais visíveis (flores), são mais de 640 espécies.

Ilhabela abriga 51 espécies de mamíferos, como a capivara, a paca, a cutia, o macaco-prego, o saruê, o caxinguelê, a cuíca-de-três-listras, o endêmico cururuá e as ameaçadas de extinção jaguatirica, lontra, gato-do-mato e morcego-vampiro.

Anfíbios são 41 espécies e répteis 39, algumas endêmicas.

Das 26 cobras, destacam-se a caninana, a jararaca, a jararacuçu e a coral.

Considerada Área Importante para a Conservação de Aves pela BirdLife International, Ilhabela possui mais de 300 aves registradas, incluindo tucanos, beija-flores e os ameaçados gavião-pega-macaco, papagaio-moleiro, araponga, macuco, falcão-de-barriga-laranja, jacutinga, curiango-ocelado e saíra-de-costa-preta. Dentre as aves marinhas migratórias, destaque para o pinguim-de-magalhães, o albatroz-de-nariz-amarelo, a procelária-de-bico-branco, as pardelas, os maçaricos e várias espécies de trinta-réis.

Sob as águas do mar, raias (prego, manteiga, chita e até manta), tubarões, cavalos-marinhos, lagostas, polvos, moreias, gorgônias, corais e as ameaçadas tartarugas de pente, cabeçuda, oliva, de couro e a verde (com até 1,40 m e 390 kg).

A região abriga uma das maiores concentrações de peixes endêmicos do país, incluindo 14 espécies da Mata Atlântica, de água doce.

Além de focas, lobos e leões marinhos viajantes, Ilhabela detém ainda um dos maiores índices de registro de cetáceos do Brasil. Entre baleias, botos e golfinhos, já foram vistas 17 espécies das 46 encontradas no país.

 

OBS: números das espécies levantados em 2011.

* Popularmente chamada de Ilhabela, a Ilha de São Sebastião é a maior ilha do Arquipélago de Ilhabela.

 

ABAIXO, AS PRINCIPAIS ESPÉCIES DA FAUNA E DA FLORA DE ILHABELA:

| fauna e flora

fauna
flora
pássaros
preservando Ilhabela
Mostrar Mais

Conheça dezenas de belíssimas espécies da diversificada flora de Ilhabela.

Veja algumas das espécies da variada fauna do Arquipélago de Ilhabela.

As mais variadas espécies de pássaros fotografados nas matas e costões de Ilhabela.

Saiba quais são as principais regras das Unidades de Conservação de Ilhabela.